Arquivo de junho de 2012

Hidratação durante o inverno

Postado por em 27/jun/2012 - Sem Comentários

O inverno chegou! E é comum neste clima frio, bebermos menos água do que em dias quentes. Mas isso pode trazer prejuízos para nosso organismo.

A água é essencial para a manutenção do organismo. Segundo especialistas a água é essencial para a manutenção da temperatura corporal, da hidratação das células e meio de transporte de substâncias entre as células. Além disso, ela é fundamental para eliminar toxinas e substâncias ingeridos durante a alimentação.

Desta forma, a falta de hidratação pode causar distúrbios do aparelho digestivo, vascular, das vias respiratórias, do aparelho urinário, do próprio metabolismo e até alergias! E o fundamental para quem busca um abdômen sarado, a falta de água pode aumentar a sensação de fome.

Por isso reunimos algumas dicas de como se manter hidratado neste inverno!

1- Aumente a ingestão de alimentos ricos em água – opte por frutas e verduras como melão, melancia, laranjas, pepino e chuchu durante sua alimentação. Estas frutas são importantes fontes de água, contribuindo para a hidratação do corpo neste período mais friozinho!

2- Sopas e caldos quentes – uma sopinha em um dia de frio é tudo de bom: aquece o corpo e ainda traz de brinde muitos nutrientes e hidratação para o organismo.

3-  Os chás são uma boa opção para quem não quer marcar bobeira durante a estação do frio e manter o organismo em ordem.

4- Os sucos, ricos em nutrientes e fibras, também são uma boa pedida.

5- Água sempre é água! Apesar destes alimentos e dicas, beber água é indispensável! Por isso, mantenha sempre um copo cheio perto de você!

 

São João e Festas Juninas: como manter a dieta!

Postado por em 21/jun/2012 - Sem Comentários

E o São João chegou!

As festas típicas do final de junho são sinônimos de guloseimas e muitas bebidas quentes para espantar o frio. Mas são também inimigas de qualquer dieta, por isso, todo cuidado é pouco se você não quer desandar e sair do regime!

Com algumas regrinhas básicas, você pode aproveitar os festejos, comer de tudo um pouco e não brigar com a balança!

– Jante antes de ir para a festa, pois assim você não estará com fome, e não devorará todos os quitutes da festa!

– Coma de tudo um pouquinho: em pequenas quantidades

– É essencial não abandonar os exercícios nesta época mais fria, pois é necessário sempre gastar mais calorias do que se consome.

Mas você sabe quantas calorias, em média, as comidas juninas têm? Nós te damos algumas dicas para você não passar da sua cota!

  • O quentão, uma bebida a base de cachaça, gengibre, açúcar, cravo e canela, pode ter em um copo de 100 ml, cerca de 294 calorias;
  • O vinho quente, bebida a base de vinho, é menos calórico: um copo de 100 ml contém cerca de 120 calorias. E ainda é rico em antioxidantes e resveratrol, uma substancia cardioprotetora. Mas lembre-se, por ser uma bebida alcoólica, deve ser consumida com moderação;
  • Os adorados pés-de-moleque  são também uma bomba calórica: cada 100 gramas contém cerca de 487 calorias. Apesar de ser feito com amendoim, uma semente oleaginosa com importantes nutrientes para nosso organismo, este é um quitute rico em gordura, por isso deve ser consumido com moderação;
  • O arroz doce é mais leve: 100 gramas correspondem a cerca de 160 calorias. Fonte de cálcio, o arroz doce pode ter seu valor calórico reduzido para 87 calorias (100g) através da troca de alguns ingredientes, como leite integral pelo desnatado e açúcar por adoçante artificial;
  • Uma espiga de milho quentinha tem cerca de 132 calorias se consumida sozinha. Com uma colher de manteiga, seu valor energético sobe para cerca de 200 calorias;
  • Um espetinho de carne, sem farofa, tem cerca de 119 calorias;
  • A paçoca, quitute também a base de amendoim, tem 150 calorias a cada 30 gramas. Junto com o pé-de-moleque, doce de abóbora e maçã do amor, são os grandes vilões da balança, por isso, devem ser consumido com moderação;
  • A maçã do amor, apesar de deliciosa, deve ser evitada: ela esconde em seu caramelo vermelho cerca de 462 calorias! Pense muito bem antes de ceder à tentação!
  • Tradicional nesta época do ano, o bolo de fubá com goiaba tem a cada 30 gramas, 100 calorias em média;
  • A canjica tradicional é uma delícia! Ela tem cerca de 226 calorias.  Mas se você não consegue passar sem ela, que tal prepara-la com leite desnatado e adoçante? Assim as calorias caem pela metade: 165 em média;
  • O doce de abóbora, um dos vilões juninos, tem, me média, 86 calorias a cada 35 gramas;
  • O pinhão cozido, tradicional no sul e sudeste do Brasil, tem cerca de 90 calorias a cada 5 unidade!
  • A famosa pamonha, quando preparada da maneira tradicional, a cada 100 gramas, tem cerca de 171 calorias. Mas se você substituir os ingredientes tradicionais pelas versões lights, o valor energético é reduzido para 161 calorias;
  • A queridinha do nordeste, a tapioca, é produzida a partir da mandioca. O valor nutricional vai depender do recheio escolhido. A de queijo minas light pode ter apenas 28 calorias!

Agora que você já sabe onde estão as armadilhas, está pronto para aproveitar os festejos juninos, dançar um forrózinho e curtir o São João! Boas festas para todos!

Por que comer alface?

Postado por em 19/jun/2012 - Sem Comentários

A Alface é a aliada perfeita para emagrecer: além de sua baixa quantidade de calorias, suas folhas estimulam da boa digestão. E  ainda: é uma delicia quando incorporada em saladas!
Suas propriedades nutricionais nos mostram que seu consumo deve ser regular, pois são ricas em betacaroteno, pectina, fibra, lactucina e uma grande variedade de vitaminas como, A, E, C, B1, B2 e B3. Também possui cálcio, magnésio, potássio e sódio.
Mas você ainda quer mais motivos para comer alaface? Então vamos lá!
  1. Como é um vegetal que se come cru, não sofre o processo de cozimento que lhe tiraria propriedades.
  2. Contém uma boa quantidade de ferro, o que ajuda a combater a anemia.
  3. Recomenda-se consumi-la também quando se sofre de estados gripe os resfriados, já que fortalece as vias respiratórias.
  4. Tem propriedades analgésicas e acalma dores musculares.
  5. Tem antioxidantes o que contribui a diminuir o envelhecimento celular, melhora os níveis de colesterol e ajuda à circulação.
  6. É ideal para as pessoas diabéticas já que regula os níveis de açúcar no sangue.
  7. Além de ter propriedades digestivas, combate problemas de flatulências, já que atua como um agente desinflamante muito efetivo em casos de inflamação abdominal.
  8. É de grande ajuda em casos de retenção de líquidos e cálculos renais.
  9. A alface é econômica e fácil de combinar para fazer pratos com poucas calorias. De modo que pode incorporá-la a sua dieta para a hora do jantar, quando menos calorias se devem consumir.
E aí? Vamos comer alface?

Abdominais: Repetições rápidas ou lentas?

Postado por em 14/jun/2012 - Sem Comentários

Há muito tempo  as repetições lentas dos exercícios abdominais são usadas para  aumentar o tempo sob tensão e garantir que o músculo está fazendo todo o trabalho sozinho, sem chances de roubar o movimento através de impulsos com o corpo. Entretanto, cientistas sugerem que repetições feitas de maneira mais rápida podem ter um impacto ainda mais positivo em certos músculos, principalmente no abdômen.

As evidencias surgiram de pesquisas feiras na Universidade de Miguel Hernandez(Elche, Espanha), onde pesquisadores testaram a atividade muscular dos músculos do abdômen – oblíquos internos e externos-  e dos músculos inferiores das costas(eretores da espinha) ao realizar o abdominal usando diferentes velocidades – 4 segundos, 2 segundos, 1,5 segundos, 1 segundos e o mais rápido possível(menos de 1 segundo por repetição). E concluíram que:

  • Enquanto a velocidade na repetição aumentava, a atividade muscular de todos os músculos envolvidos aumentaram, especialmente nos oblíquos externos.
  • Em velocidades baixas e controladas, os oblíquos externos mal foram envolvidos, mas a sua atividade muscular aumentou mais de 6 vezes.

Os resultados da pesquisa sugerem que fazer abdominais o mais rápido possível permite recrutar mais fibras musculares, especialmente as do oblíquo externo, o que transforma o abdominal, não só em um ótimo exercício para o abdômen, mas para os oblíquos também.

Os especialistas ainda recomendam, que, de tempos em tempos, aumente a velocidade das repetições no abdominal. Faça a primeira série com 10 a 15 repetições em velocidade alta. Conforme os músculos do abdômen forem sofrendo fadiga da série, foque-se em terminar a série usando repetições lentas e controladas, para aumentar o tempo sob tensão.

Especial Dia dos Namorados – Abdômen Sarado

Postado por em 12/jun/2012 - Sem Comentários

Hoje é dia dos namorados! Uma data muito especial para todos aqueles que têm alguém muito especial ao lado!

E há muito tempo se diz que o amor se pega pela barriga né? Só se for uma barriga bem sequinha e sarada!

Bom, então que tal preparar um almoço ou jantar bem saudável para você e seu amor hoje? Afinal não há quem resista aquela comidinha feita com amor!

Então preparamos um menu saudável – com entrada, prato principal e, claro, sobremesa – para você comemorar este dia sem sair da meta: o abdômen sarado.

Para a entrada, um salpicão light é uma boa pedida! Você pode inovar e servi-lo em taças ou copos! A receita é bem simples e fácil:

Ingredientes:

-1 peito de frango cozido e desfiado

– 150 g de presunto de peru em tirinhas finas

– 1 maçã cortada em tirinhas finas

– 1 cenoura ralada

-1 pimentão vermelho em tirinhas finas

– 150 g de uva passas ou damascos em tirinhas

– 2 colheres de sopa de mostarda

– 1 fio de azeite

– cheiro verde ou manjericão fresco a gosto sal e pimenta a gosto .

O preparo é bem rápido: pique e junte todos os ingredientes. Acerte o sal e leve para a geladeira por 2 horas antes de servir. Dica especial: antes de servir, decore com um pouco de mostarda e algumas folhinhas de cheiro verde! Seu amor vai adorar!

O prato principal de hoje deve ser especial! Afinal, dia dos namorados pede uma comidinha caprichada! A nossa sugestão para impressionar é um Risoto em Camadas – que é uma delicia!

Os ingredientes são:

-1 xíc. (chá) de arroz integral

– 1 col. (café) de caldo de legumes

– cebola inteira com 2 cravos espetados

– 1 1/2 litro de água fervente

– 3 col. (sopa) de cebola ralada

– 2 col. (sopa) de azeite de oliva

-1/2 xíc. (chá) de vinho branco

– 2 col. (sopa) de requeijão light

– 1/2 xíc. (chá) de leite desnatado

–  400 g de salmão grelhado, em lasca

– 100 g de mussarela light picada

Comece cozinhando o arroz com caldo de legumes e a cebola com os cravos em água fervente por 15 minutos – o ideal é não deixar a água secar, pois o arroz deve ficar no ponto! Escorra e guarde a água.

Em uma frigideira grande, coloque a cebola e deixe secar, lembrando-se sempre de mexer para não queimar! Acrescente o azeite e o vinho e espere secar. Adicione o arroz e despeje aos poucos a água reservada, mexendo sem parar!

Quando o arroz estiver refogado, misture o requeijão e o leite. Desligue o fogo imediatamente para evitar que o risoto seque e perca a cremosidade. Em um prato fundo, coloque o salmão e duas colheres de sopa do risoto. Polvilhe uma colher de sobremesa da mussarela e acrescente mais uma colher de sopa do risoto, e para finalizar, mais mussarela! A dica aqui é servir quentinho! Deixe tudo preparado para apenas montar o prato na hora de servir!

 

E por último, mas não menos importante, a sobremesa! Para aqueles que estão em uma dieta restrita, uma salada de frutas caprichada é uma ótima pedida: escolha as frutas da estação e vale até um pouquinho de leite condensado light!

Mas, o clássico de sempre é o chocolate… mas não podemos esquecer que estamos em uma missão: nosso abdômen sarado! Então também escolhemos uma receitinha que leva o queridinho de muitos para agradar todos os gostos! Afinal, hoje é dia dos namorados!

Um Petit Gateau é um bolinho de chocolate com o recheio bem molinho, que normalmente é servido com uma bola de sorvete de creme é uma sobremesa bem especial! Lembre-se que mesmo sendo light, ele deve ser consumido com moderação.

Como todas as outras receitas, o Petit Gateau também é bem simples de ser feito! Então vamos aos ingredientes!

– 150 g de margarina light

– 150 g de chocolate meio amargo

– 6 gemas

– 3 claras

– ½ xícara (chá) de farinha de trigo peneirada

– 4 colheres (sopa) de adoçante próprio para forno e fogo

Comece derretendo o chocolate em banho maria ou no microondas. Junte a margarina e vá mexendo até formar um creme brilhante. Acrescente as gemas e as claras. Mexa bem e adicione a farinha e o adoçante.  Misture tudo até que esteja uma massa homogênea.

Unte com margarina e trigo 8 forminhas de empadas grandes, distribua a massa e leve ao forno pré-aquecido. Deixe em média 7 minutos, ou até formar uma crostinha fina na superficie. O truque é ficar de olho! Não pode deixar cozinha, hein?!?

Desenforme e sirva com uma bola de sorvete de creme light.

Prontinho! Menu completo! Agora é só correr para cozinha, preparar tudo com muito amor e carinho para aproveitar tudo juntinho com seu amor!

Conhecendo os músculos abdominais

Postado por em 06/jun/2012 - Sem Comentários

Os músculos abdominais são muito importantes, pois eles cobrem todo o nosso tronco. E por isso exercitá-los de maneira correta é essencial para conquistar nosso objetivo: o abdômen sarado.

Eles auxiliam na respiração ajudando a expulsar os gazes, na estabilização do tronco evitando problema na coluna como hérnia de disco e dores na região lombar, assim como na manutenção do equilíbrio para realizar atividades cotidianas como andar, correr, abaixar, etc. A micção, a defecação e o parto normal também estão relacionados ao fortalecimento da parte abdominal, principalmente ao músculo transverso. Além disso, algumas doenças se instalam no organismo por causa do mau funcionamento de órgãos protegidos pelo abdome que se deslocam da sua posição anatômica devido à flacidez desse grupo muscular.

 

 

Os abdominais são compostos por três músculos:

Reto Abdominal – Este é o maior músculo, que se estende desde o osso esterno até o osso púbico. Este é o músculo que nos permite dobrar a barriga, realizar movimentos simples, como o que fazemos quando rimos, manter a coluna reta e nos dar suporte quando levantamos algo pesado.

Oblíquos, internos e externos – Estes músculos estão posicionados nas zonas topo e lateral, no formato diagonal. São músculos que lhe permitem rodar ou inclinar sua coluna, além de darem apoio à lombar.

Abdômen transverso –  O transverso do abdômen fica diretamente abaixo do músculo reto abdominal e é o mais profundo de todos os seus músculos abdominais.
Este músculo está constantemente trabalhando, mesmo quando estamos sentados ou de pé, garantido que tenhamos uma boa postura e também dando um apoio à lombar.

Dieta da barriga chapada

Postado por em 04/jun/2012 - Sem Comentários

Sabemos que além de exercícios regulares, para alcançar o tão sonhado abdômen sarado é preciso também ter uma dieta equilibrada. E alguns alimentos podem ser chave para isto, pois facilitam a queima de gordura nesta região.

O abacate, por exemplo, deve ser um item indispensável na dieta de quem luta por uma barriga lisinha: estudos apontam que esta fruta contem substancias que ajudam a diminuir o volume abdominal.

Com a média de 1500 calorias diárias, nesta dieta os carboidratos complexos, as proteínas magras e as gorduras boas também são importantes em todas as refeições! É necessário combinar estes nutrientes para que a carga glicêmica do prato seja reduzida, de maneira os picos de insulina – hormônio que quando produzido em excesso, estimula o estoque de gordura – sejam reduzidos.

E o abacate? Ele deve ser consumido antes de dormir – de preferencia na ceia – sem açúcar ou adoçante! Três colheres são suficientes para intensificar a ação do hormônio GH, que tem sua produção aumentada durante a noite. O GH é importante na formação muscular, e ajuda o organismo a usar a gordura armazenada no abdômen como fonte de energia.

E não se esqueça de beber muita água! Beba no mínimo 8 copos de água por dia! E em poucis dias você notará a diferença!

Café da manhã 

Opção 1
• 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado (ou leite de soja light) e adoçante
• 1 fatia de pão integral light com 1 col. (sopa) de creme de ricota light e 1 ovo mexido temperado com 1 col. (chá) de azeite, sal e orégano

Opção 2
• 1 xíc. de chá de ervas
• 1 pão francês sem miolo com 2 col. (chá) de requeijão light e 2 fatias de presunto magro (ou peito de peru light)

Opção 3
• 1 maçã batida com 1 copo (300 ml) de água e 2 col. (sopa) de proteína em pó (tipo whey protein)
• 6 amêndoas cruas sem sal

Lanche da manhã 

Opção 1
• 1 torrada integral light com 2 col. (chá) de cream cheese light (ou creme de ricota light)
• 2 fatias de peito de peru light

Opção 2
• 1 barra de proteína pequena ou 1/2 barra grande

Opção 3
• 1 fatia de melão
• 2 fatias de presunto magro
• 3 amêndoas cruas sem sal

Almoço 

Opção 1
• 1 prato (sobremesa) de folhas verdes (alface, rúcula) com sal, vinagre e 1 col. (sopa) de azeite
• 3 col. (sopa) de arroz integral
• 1 concha pequena de feijão
• 1 filé médio (100 g) de alcatra grelhado

Opção 2
• 1 pegador de espaguete integral com 1 pires de brócolis no vapor e pesto  (ou 1 col./sopa de azeite)
• 1 filé grande (150 g) de salmão grelhado
• 1 taça de gelatina diet

Opção 3
• 1 prato (sobremesa) de folhas verdes com 1 pires de legumes (cenoura, ervilha) no vapor com sal, vinagre e 1 col. (sopa) de azeite
• 3 col. (sopa) de arroz integral
• 1 peito de frango (100 g) grelhado
• 1 fatia média de abacaxi

Lanche da tarde 

Opção 1
• 1 pote de iogurte desnatado batido com 1 col. (sobremesa) de abacate (adoçante a gosto)

Opção 2
• Salada de fruta: 1/2 fatia de abacaxi, 1/2 maçã, 1 col. (sopa) de abacate e 1 col. (sopa) de queijo cottage (canela e adoçante a gosto)

Opção 3
• 1 fatia de pão integral light com 1 col. (sopa) de azeite, 1 fatia de queijo branco, 2 fatias de peito de peru light e 1 tomate

Jantar 

Opção 1
• 1 prato (fundo) de sopa feita com mandioquinha, inhame e carne cozida em cubos (acrescente 2 col./chá de azeite no final do preparo)
• 1 fatia de pão integral light com 1 col. (chá) de requeijão light (ou creme de ricota light)
• 1 fatia média de melão

Opção 2
• 1 prato (sobremesa) da alface-americana, 5 tomates-cereja, 3/4 de lata de atum light, 1 ovo cozido, 3 azeitonas verdes, 1 col. (sopa) de guacamole
• 1 fatia média de abacaxi

Opção 3
• 1 prato (sobremesa) de rúcula com 1 azeitona preta, 2 col. (sopa) de queijo cottage e 2 col. (chá) de azeite e sal
• 1 pão francês sem miolo com 4 fatias de rosbife (ou presunto magro)
• 4 morangos

Antes de dormir 
• 3 col. (sopa) de abacate
• Café ou chá sem açúcar à vontade.

 

*Redação com Boa Forma

Facebook

© 2017 Abdômen Definido - Todos os Direitos Reservados